Este site utiliza cookies que facilitam a navegação, o registro e a obtenção de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

X
Estrutura de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica

 

Há 11 anos que a AL-AD desenvolve uma resposta integrada e ativa no apoio às vítimas de violência doméstica, com a criação e a dinamização de um Gabinete de Apoio às Vítimas de Violência. Este começou por funcionar nas suas instalações em 2006, assumindo-se desde logo numa lógica de trabalho em rede com a articulação de várias entidades públicas e privadas nacionais.

 

A Estrutura de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica presta os seguintes serviços:

Informação Jurídica

  • Informar uma pessoa vítima de violência doméstica dos seus direitos;
  • Esclarecer a pessoa vítima da violência doméstica das várias etapas dos processos judiciais (como sendo isso exemplo: o processo criminal, divórcio, a regulação das responsabilidades parentais, entre outros).

Apoio Psicológico

  • Prestar suporte emocional;
  • Intervir em crise (estabilização);
  • Apoiar no reconhecimento das consequências da vitimação e da experiência traumática;
  • Avaliar a situação de risco psicológico e o grau de sofrimento emocional;
  • Ajudar a pessoa a reconhecer as suas competências pessoais;
  • Proceder ao encaminhamento para uma rede de cuidados de saúde mental, quando necessário.

Apoio Social

  • Rever condições de habitação, educação emprego e formação profissional;
  • Informar uma pessoa vítima de violência doméstica dos vários recursos sociais existentes;
  • Encaminhar a vítima de violência doméstica para outras serviços e instituições priorizando o contato com profissional de referência;
  • Encaminhamento para casa de abrigo e acolhimento de emergência, quando justificável, mediante avaliação de risco.

Ações de Informação / Formação

  • Apresentar ações de educação / sensibilização de crianças e jovens em idade escolar sobre os temas: igualdade de gênero, violência entre pares, ou violência nas relações de intimidade, para prevenção de comportamento violentos.

Ações de Sensibilização Dirigidas à Comunidade

  • Desenvolver campanhas de maior abrangência, dirigidas à comunidade em geral, no sentido de promover uma cultura de defesa dos direitos humanos, igualdade de gênero e oportunidades.

Atendimento à Vítima de Violência Doméstica | Espaços Horários

Os serviços da Estrutura de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica da Associação Amato Lusitano são Gratuitos e Confidenciais.

Horários de Atendimento

CASTELO BRANCO (sede)

  • Segunda a Sexta feira das 9H00 - 12H30 | 14H00 - 17H30
    Amato Lusitano - Associação de Desenvolvimento
    Rua da Fonte Nova, nº1, Quinta da Fonte Nova
    R / C, 6000-167 Castelo Branco

IDANHA-A-NOVA

  • 3ª Terça-Feira do Mês das 14h00 - 16h00
    Câmara Municipal de Idanha - a - Nova
    Largo do Município

OLEIROS

  • 3ª Quinta-Feira do Mês das 14h00 - 16h00
    Câmara Municipal de Oleiros
    Praça do Município

PENAMACOR

  • 3ª Terça-Feira do Mês das 10h30 - 12h30
    Câmara Municipal de Penamacor
    largo do Município

VILA VELHA DE RODÃO

  • 1ª Quarta-Feira do Mês das 10h30 - 12h30
    Edifício Adraces, Rua de Santana 277
    6060 - 230 Vila Velha de Rodão

PROENÇA-A-NOVA

  • 2ª Quinta-Feira do Mês das 10h30 - 12h30
    Casa das Associações
    Avenida do Colégio

SERTÃ

  • 2ª Quinta-Feira do Mês das 14h00 - 16h00
    Câmara Municipal da Sertã
    largo do Município

VILA DE REI

  • 3ª Quinta-Feira do Mês das 10h30 - 12h30
    Câmara Municipal de Vila de Rei
    Rua Família Mattos e Silva Neves

 

 

Financiamento:  ISSS, IP + PCM / Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade
Data início:  Outubro 2010 | Data fim: (não definido)

Newsletter Amato Lusitano - Associação de Desenvolvimento
Receba em 1ª mão todas as novidades!